Halasana – postura do arado

A Halasana ficou conhecida no Yoga como a “asana para dormir bem”, uma vez que viabiliza o sono e combate a insônia. Popularmente ela pode ser denominada como a “postura do arado”, porque a sua posição lembra a de uma enxada.

Os mestres do Yoga também ressaltam que esta asana tem efeitos relaxantes em toda a região das costas, ombros e pescoço. Isso porque durante o movimento, estes membros são alongados em ritmo intenso. O estímulo melhora a circulação de sangue e de energia revitalizante. Durante a realização da halasana, a respiração deve ser a mais lenta possível, pois assim com o sistema nervoso encontra o relaxamento completo do corpo.

Como fazer a posição do arado

1º Passo

Deite-se se costas no chão;

2º Passo

Unas as pernas.

3º Passo

Mantenha os braços esticados e paralelos ao tronco, pousados no solo com as palmas das mãos voltadas para baixo.

4º Passo

Realize a inspiração enquanto erga ambas as pernas a 90 graus do solo. Para isso, mantenhas sempre as pernas unidas.

5º Passo

Realize mais uma inspiração e no momento em que expirar, leve as pernas para trás em direção à cabeça. Nunca se esqueça de manter as pernas esticadas e retas;

6º Passo

Procure tocar os dedos dos pés no chão, logo atrás da cabeça;

7º Passo

Tente permaneça nessa posição por cerca de 20 segundos;

8º Passo

Logo após, inspire retornando as pernas ao alto;

9º Passo

Expire e deite as pernas no solo novamente. Então permaneça deitado de costas, com braços e pernas estendidas, por alguns instantes.

Se durante a realização da postura sentir algum tipo de desconforto na coluna ou região lombar, proceda da seguinte maneira: dobre os joelhos, traga as coxas em direção ao abdômen e abrace as pernas por mais alguns instantes. Depois que soltá-las, fique deitado de costas com os braços e pernas estendidos por alguns minutos.

Benefícios da postura

Toda a região da coluna é beneficiada pela postura do arado, porém suas vantagens também podem ser vistas no corpo e na mente.

  • Ajuda no fortalecimento des braços, ombros, mãos, pulsos pernas;
  • Alonga a coluna e evita problemas de dores nas costas;
  • Estende os músculos da barriga e ajuda a tonificar os órgãos abdominais;
  • Aumenta a capacidade dos pulmões e melhora a respiração;
  • Equilibra o corpo e melhora a postura corporal;
  • Estimular o funcionamento da glândula tireoide;
  • Auxilia na harmonização dos sintomas da menopausa;
  • Reduz problemas de fadiga, principalmente combatendo a insônia;
  • Age terapeuticamente para a dor lombar, dor de cabeça, infertilidade e sinusite;
  • Ajuda a acalmar a mente, a aliviar o stress e alcançar a paz.

Contraindicações do asana

Uma regra de contraindicação é expressa para a realização da halasana: não se pode praticar esta asana se estiver sofrendo de dores lombares ou ter algum tipo de lesão importante na coluna.

  • Pessoas que sofrem de graves problemas no pescoço e nos ombros;
  • Aqueles que têm problema de dores nas articulações ou lesão no joelho;
  • Quem tem problemas de hérnia de disco ou quaisquer outros problemas crônicos;
  • Os que sofrem de problemas de baixa ou alta pressão arterial;
  • Pessoas que tem problemas crônicos de enxaqueca ou insônia, não devem substituir a pratica pelo não uso dos remédios prescritos pelo médico;
  • Mulheres grávidas, mesmo que sejam experientes nesta asana, não devem praticar durante o tempo em que estiver grávida.

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 4/5 (6 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário

Outros artigos

Shavasana – postura do cadáver

Pode parecer simples, mas a shavasana é uma das posturas mais poderosas do Yoga. Uma prática executada sempre aos finais dos exercícios, ela permite que se relaxe todo o corpo e a mente.

Paschimottanasana – postura da pinça

A postura da paschimottanasana é uma das mais comuns na prática do Yoga. Durante uma aula, ela é trabalhada repetidas vezes, portanto essencial. Mesmo com sua simplicidade de movimentos, ela desenvolve intensos acontecimentos para o corpo e para a mente.